Sine realiza atendimento até quinta-feira (17)

Por / Comentários desativados em Sine realiza atendimento até quinta-feira (17) / 695 Exibições / 2015-12-15


O Instituto Jourdan comunica que, em decorrência de mudança de endereço, o Centro de Apoio do Trabalhador – Sistema Nacional de Emprego (Sine) – de Jaraguá do Sul encerrará o atendimento 2015 às 13 horas desta quinta-feira (17). Depois desta data o Sine reabrirá no dia 25 de janeiro de 2016.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Econômico do Instituto Jourdan, Márcio Manoel da Silveira, a mudança para espaço onde funciona a rodoviária, na Rua Antônio Cunha, 160, no bairro Baependi, vem ocorrendo desde o início de dezembro, de forma a evitar prejuízos ao trabalhador que busca algum tipo de atendimento do órgão. “Na última semana antes das férias sempre há uma demanda baixa. Temos disponibilizado 60 vagas diárias e a média dos primeiros dias do mês foi de 36 encaminhamentos de seguro-desemprego”, pondera.

Com a mudança haverá economia de R$ 26 mil referentes ao aluguel da atual sala, que fica na Rua Expedicionário Gumercindo da Silva, 161, centro. O Sine é responsável pela demanda do pagamento do seguro-desemprego, pela reinserção do trabalhador no mercado de trabalho ou encaminhamento para cursos de qualificação profissional. Informações sobre os documentos necessários para a emissão do seguro, vagas de trabalho, cadastro do currículo ou de vagas (para as empresas) podem ser acessadas aqui

Ainda de acordo com Silveira, a ação do Sine em Jaraguá do Sul é resultado do termo de cooperação 78/2013, entre o município e a Secretaria de Estado da Assistência Social. Dentre as obrigações do município constam a destinação de espaço físico adequado para o funcionamento do posto de atendimento.

Incubadora – O Programa Incubadora do Empreendedor também será transferido para o espaço da rodoviária. Trata-se de um programa da prefeitura de Jaraguá do Sul, através do Instituto Jourdan, que tem apoio técnico do Sebrae e da Associação das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedor Individual do Vale do Itapocu (Apevi). Conforme Silveira, o programa é pioneiro no país e é uma solução para a formalização dos empreendedores que exercem atividades fora de suas residências.

O programa oferece endereço fiscal para microempreendedor individual com atividades que se enquadram na lei do Escritório Virtual. Noventa atividades diferentes podem instalar-se na incubadora, que conta com a participação de 197 microempreendedores. A lista pode ser consultada aqui. Outros benefícios da incubadora referem-se à aceleração do processo de abertura de empresas, capacitação da gestão do negócio e associativismo empresarial.